22 de janeiro de 2018

Relato de Parto Prematuro (33 semanas) - Bem vinda Valentina!




Oiee Amores, Tudo bem?

Uma gravidez geralmente dura 9 meses, a minha durou apenas 2 meses (Calma! Você vai entender...rs). Descobri que estava grávida com 5 meses e com 7 ela nasceu, pois é, alem de descobri que estava grávida bem tarde ela resolveu vir antes do tempo.

Vamos lá que a historia é longa...

Nasce uma mãe e um bebe de 7 meses.

Tive uma complicação na gravidez que causou a prematuridade da baby, minha gravidez foi super tranquila, muito tranquila mesmo graças a Deus (tem um post aqui no blog contando como descobri e mais detalhes), depois que descobrimos foi tudo muito rápido, a correria para saber se ela estava bem, a busca pelos moveis do quarto, enxoval e chá de bebe, tudo para a chegada dela. Cuidados com a alimentação e com a saúde, fazia caminhada com meu marido (percursos curto, nada exagerado) tomando todos os cuidados necessário, todos o exames normais, nada de desconforto, enfim uma gravidez tranquila.

Ate que um dia passei muito mal a noite, colocava tudo pra fora, estávamos jantando eu e meu marido e do nada comecei a passar muito mal, nem tinha começado a comer, consegui dormi e na madrugada meu marido acordou comigo convulsionando, me levaram para o hospital em estado grave, tive pré eclampsia, a pressão estava muito alta e DPP(deslocamento Prematuro da Placenta). Na emergência convulsionei novamente e tiveram que me levar para sala de cirurgia. Meu marido me contou que foi um choque me ver daquela forma. Na ambulância falavam comigo como se eu estivesse consciente, mas não estava, pois não lembro. Depois que meu marido me deixou com os médicos, não teve mais contato comigo, ficou mais de 12 horas sem me ver ou ter noticias, só informaram que nossa bebe tinha nascido.

Passei por uma cesariana complicada, um parto emergencial, estava apenas de 33 semanas, os médicos falaram para meu marido que iria fazer o possível para salvar uma das duas, ou seja, na visão dos médicos era impossível salvar as duas. Cheguei no hospital as 6:00 da manha (mais ou menos) e ao 12:21 do dia 5 de maio de 2017 nasce nossa pequena com apenas 1.285 kg e 38 cm. Não sei como foi o parto, não tive a emoção de vê-la assim que nasceu, de sentir seu cheiro, seu toque, de poder ver se estava bem, fazer aquela foto para registrar aquele momento mágico ou de ouvir seu choro. Não estava "consciente" não sei como foi o parto e acredito que nunca saberei como foi de fato.

Fiquei na UTI por quase 3 dias, e nesse período todo, não lembro de nada, tudo foi "apagado" da memória, do dia que meu marido me viu ate o momento que fui liberada para o quarto. O que tenho são apenas "memórias" de pessoas que me falam sobre esses dias e alguns flashes como sonhos. Memórias em casa antes de ir para o hospital,subindo as escadas (não sei como, mas me falaram que subi sozinha), memórias na ambulância, de perguntas que fizeram e respostas que falei, de familiares que me visitaram, das coisas que falei...Enfim, não tenho a memória vivida do meu parto. Não vi meu bebe assim que nasceu, não tive essa experiência. A ultima coisa que me lembro foi de passar mal antes de dormir e depois "acordar" no quarto do hospital, com outras mães e seus bebes, o período que fiquei na UTI foi como se estivesse em um sonho, como se não tivesse vivido, apenas flashes desses dias.

Eu não lembro o momento em que me falaram que meu bebe tinha nascido, não lembro como reagi, mas já no quarto com meu marido, lembro que ele me contava como ela era perfeita, e eu não via a hora de encontra-la. O encontro com minha filha foi após 3 dias de seu nascimento, por uma incubadora e no momento em que a vi, me apaixonei e em seguida desmaiei, pois estava fraca pelo tempo que passei na cama. Mas antes de cair eu à vi, tão pequena, tão frágil, e tão perfeita, foi mágico, um amor realmente indescritível, só tinha uma certeza, tinha que ficar bem por ela.

Quando já estava bem, fui visitar meu bebe e pegar pela primeira vez no colo, que perfeição, que mágico, e pela primeira vez sentir seu calor, seu toque, sentindo seu coraçãozinho, e naquele momento nada mais importava, era só eu e ela, nos conhecendo, nos sentindo, aquele primeiro encontro, meu coração disparava e transbordava de emoção, é a sensação mais incrível que senti, um momento único e perfeito. Tão frágil e delicada, cheia de aparelhos em seu corpinho, um ser tão sensível, mas com uma força incrível, a perfeição da obra de Deus. E ali naquele momento Deus me deu força e certeza, pois seria difícil, mas Ele estaria conosco, como sempre esteve.

Fiquei internada por mais de 10 dias, repousando e esperando minha pressão baixar, graças a Deus não senti dor na cesárea, nem tonturas ou dor de cabeça, nada que normalmente acontece após a anestesia, os únicos incômodos era o peso ao fazer xixi (por causa do útero) e a dor no pescoço por conta da pressão alta. Recebi alta e foi um alivio mas ao mesmo tempo uma tristeza, pois deixava ali um pedaço de mim, que difícil sair do hospital sem seu bebe no colo. Mas no mesmo dia cheguei em casa, tomei um banho e voltei (que bom que moro bem perto do hospital) para ver minha princesa, e assim foi por mais 45 dias.

Resumindo esse período (Se quiserem posso falar um pouco mais em outro post) ela ficou por 45 dias internada, ficou mais da metade disso na UTI, recebendo alimento por soro, medicamentos, sendo furada, respirando por aparelho, fazendo incontáveis exames, lutando para sobreviver. Nos dando inúmeros sustos e pequenos infartos.

Um dos momentos mais difíceis foi vê-la tendo uma parada cardíaca, ali na minha frente em uma das visitas, na hora as enfermeiras que são uns anjos, tão cuidadosas e tranquilas cuidando dela, fazendo daquele momento difícil mais "leve" nos deixou tranquilos e mantive a calma, pois ela estava bem, após o susto ter que ir embora é tão doloroso, depois indo para casa não resisti e desabei. Mas Deus mais uma vez nos levantou e no dia seguinte lá estava ela na UCIN em outra área fora de perigo apenas em observação.

Deus sabe de tudo, tudo que Ele faz é perfeito e por um propósito. Somos um milagre, e sou grata por estar viva, por ter a oportunidade de ver minha filha crescendo, se descobrindo. De descobri o amor incondicional, de fato quando nasce um bebe, nasce uma mãe. Deus é incrível, Ele é maravilhoso, e tudo que passamos, todas as tribulações, os problemas, é porque Ele sabe que podemos suportar e superar, é para que possamos crescer e ficarmos mais próximo d'Ele.

Sou grata por tudo, por cada dia, por cada oportunidade. Nunca deixem de crer, por mais que seja difícil aquele momento, Deus esta de olho e cuidando de você, viva um dia de cada vez, deixe tudo nas mãos d'Ele e vá, que na hora certa tudo ira passar. Você nunca estará sozinho, Ele sempre estará ao seu lado. Nunca deixem de acreditar.


Esse foi o meu relato, o post mais difícil que fiz. Por isso a demora em postar. A historia é longa e tem mais por ai, não é a toa que Deus nos pediu para colocar o nome Valentina, forte, uma guerreira, nossa Valente.



Não esqueçam de me seguir nas redes sociais e acompanhar o crescimento da nossa princesa.


Beijos meus amores.


4 de julho de 2017

Como descobri minha gravidez


Oieeee amores, Tudo bom?

Pois é mores, sou mamãe. Quem me acompanha nas redes sociais já sabe da novidade né, (quem não me acompanha ainda vou deixar os links no final do post). Peço desculpas pela minha ausência, mas foi tudo muito rápido.

Descobri que estava gravida com 21 semanas (5 meses), muito tempo né. Vem comigo que vou explicar como foi possível demorar tanto pra descobrir.

Senta que la vem historia... Em Outubro/2016 tomei um remédio, que um dos efeitos era desregular a menstruação e poderia demorar ate 6 meses para descer. Estava bem, então não me preocupei.

Passou o tempo, na correria do dia a dia, muitas coisas acontecendo, não percebi pequenos sinais, como estresse, inchaço (que hoje percebo que foi por causa da gravidez). O que me fez esperar para ir procurar um medico é que não senti nenhum sintoma de gravidez, não estava com enjoos, azia, tontura, esses sintomas comuns no começo da gestação, estava inchando mas pensei que era o calor (que me incha muito). Já vi relatos que a mulher fica os 9 meses passando mal, mas não senti nada, nenhum sintoma. Desejos loucos, fome excessiva ou noturna, enjoos, sono, nada. Nem barriga eu tinha, só veio aparecer mesmo depois que descobrimos.

Dia 20/02 decidi ir ao medico como rotina, e la descubro que estava gravida e já de 5 meses (21 semanas). No começo foi um susto, tínhamos marcado de sair, ir no parque, correr, passear, mas assim que chegamos em casa tudo mudou, ai começou a correria de contar para nossos pais sobre o novo membro. Não foi planejado, estamos casados a quase 4 anos e 10 anos juntos e pensávamos esperar um pouco mais, mas nunca sabemos os planos de Deus que nos deu esse presente agora.

Ai começou a correria para os preparativos, pré-natal, ultra sons, correr atras do tempo perdido. Corremos para marcar o ultrassom para saber o sexo, que já estava mais que formado com 5 meses né. Descobrimos que viria uma linda menininha, nossa princesa, tudo em dia, começamos a correria para o enxoval e preparativos para chegada dela (No próximo post conto mais sobre a busca do enxoval).

Não ha explicação para os planos de Deus, que são sempre melhores que os nossos. Hoje com meu bebe no colo não imagino a chegada dela de outra forma. È magico esse momento, ela veio para glorificar á Deus.

Um pouco longo, mas espero que tenham gostado e sirva de aviso, não deixe para depois os cuidados com sua saúde. Demoramos muito para descobrir, mas graças a Deus, Ele colocou a mão e guardou essa criança, que agora tem toda nossa atenção, cuidado e amor.


Nos próximos posts conto mais para vocês.

Não esqueçam de me seguir nas redes sociais, pra acompanhar mais de pertinho as novidades!
Fanpage e Instagram

Beijoos!!

11 de março de 2017

Slip on - Tendência que Ficou!



Oieeee amores, tudo bem com vocês?

Hoje vim trazer uma peça que veio pra ficar, o Tênis Slip on começou no inicio desta década e vem ficando estação apos estação. Esse modelo é uma variação do sneakers, mocassim e sapatilha, lembra também uma alpargata. Um tênis baixo sem cadarço, versátil, confortável, pratico, fácil de colocar e combina com muitas peças do seu guarda-roupa.

Compõe qualquer look, desde a calça jeans a uma saia. Segue alguns looks de inspiração para vocês.




O Slip On veio para facilitar nossas vidas e salvar nossos pés no dia a dia não é mesmo. Vou para o cinema ou uma festa quero conforto, algo que nos deixe mais confortável e a vontade, não que o salto não faça isso, mas o slip on veio para nos deixar mais leve. Hoje existe inúmeras estampas, cores, alguns com um saltinho, tem para todo estilo.

As minhas combinações preferidas são com vestidos e a de vocês.


 Preto básico, não pode faltar.


Branco com brilhinho.


Espero que tenham gostado e me contem o que vocês acham, e quais seus modelos favoritos.


Um beijo!!!

31 de outubro de 2016

Outubro Rosa - "Câncer de mama: vamos falar sobre isso?"




Hey Amores,

"Câncer de mama: Vamos falar sobre isso?"
Esse assunto é bem delicado, porem necessário ser falado. Por isso, eu a Wandiee (@wandieemorais) e a Hemili (@euhemilithamires) resolvemos bater esse papo com vocês.

O Câncer de Mama é o mais comum no Mundo e no Brasil, sao 25% de novos casos a cada ano. Esse tipo de câncer também acontece nos homens, porem é raro, apenas 1% do total dos casos.

È raro aparecer antes dos 35 anos, porém apos essa idade é mais comum, principalmente após os 50 anos. Existem vários tipos de câncer de mama, alguns evoluem de forma rápida, outros, não. A maioria dos casos tem um bom prognostico.

Todos os anos, nós mulheres submetemos a exames rotineiros ginecológicos, porem nem sempre é realizado o exame especifico para mama, por isso é extremamente importante esse autoexame, se sentirem algo diferente procurem seu medico.



É importante realizar esse auto exame pelo menos uma vez no por mês, é simples e rápido. A prevenção é o melhor remédio, quanto mais cedo você descobri, mas rápido você se cuida.

Hoje tem muitas mulheres que passaram por isso e superaram, retiram a mama, perdem o cabelo, passaram por lulas e superaram, são exemplos. Você que esta passando por isso, tenha fé, Deus esta contigo, vai dar tudo certo, você é forte e vai superar. Você é bela e vai vencer.

Vejam o post das meminas, que esta incrível.

Wandie - @wandieemorais
Hemili - @euhemilithamires



Espero que tenham gostado, e não se esqueçam de fazer o auto exame.

Um Beijoo.